03 setembro 2010

VIDEO PASCOAL PIRAGINE E CARTA ABERTA EM RESPOSTA

SUGIRO que voce assista ao video, e depois leia a carta aberta, em resposta ao video, feita por Geter Borges, de Brasília. Vale a pena ler, e deixe seu comentario.


Com autorização e visando prestar um benefício ao processo democrático do nosso país, publico a carta que segue, referente ao discurso do Pr. Paschoal Piragine, conforme vídeo publicado no post seguinte a este.


01/09/2010
Prezado Pr. Paschoal Piragine,
Sou membro da Segunda Igreja Batista do Plano Piloto, trabalho na Câmara dos
Deputados a sete anos e tenho acompanhado o PT, o governo federal e os projetos
relacionados com as questões ligadas a sexualidade. Tivemos acesso ao vídeo1 onde o
senhor se pronuncia contra o PT e diante dele gostaria de fazer alguns questionamentos.

Entendo que faz parte do jogo democrático se falar mal de partidos políticos e até
mesmo orientar de que não se vote em nenhum dos candidatos ligados a ele. A questão
aqui não é a oposição ao PT, pois ela existe e é natural. A questão é sobre a veracidade
do conteúdo dessa oposição.

Não conheço o Pastor, mas o tenho como uma pessoa integra e que esteja considerando
que as informações que possui contra o PT sejam realmente verdadeiras. Entretanto
trata-se de afirmações que não correspondem com a realidade.

No dia do culto gravado foi mostrado para igreja um vídeo falando de aborto, pedofilia,
homossexualismo, dentre outros temas e no final o pastor fala que:

“Há um partido político que fechou questão sobre esse assunto, o partido político que é o PT de nosso presidente, em seu congresso desse ano, ele, no seu congresso geral, quando eles indicam seus deputados, ele fechou questão sobre essas questões. Ou seja, se um
deputado, se um senador do PT, se ele votar contra, de acordo com sua consciência, contra qualquer uma dessas leis, ele é expulso do partido.

Já dois deputados federais foram expulsos do PT, por se manifestarem contra o aborto. Isso fez com que a igreja católica se
manifestasse publicamente, por que eles estavam ligados a igreja católica, junto ao PT, e se manifestarem contra, e por isso foram expulso do partido. E a igreja católica então emitiu nota pública dizendo: olha não votem em ninguém do PT. Eu diria para você a mesma coisa.

Algumas pessoas não vão gostar do que eu estou falando, mas estou falando bem claramente. Porque quando não se pode votar com a consciência, não adianta votar em pessoas, porque o partido já fechou questão.


Se você entrar no site do governo federal e pegar lá o Projeto Nacional de Direitos Humanos 3, você vai encontrar todas as propostas que o governo federal através do presidente da republica colocou na mão do congresso para serem votadas na próxima legislatura e todas elas são questão fechada pro PT. Todas elas estão aqui nesse vídeo. Tá?

E mais. Se você olhar, você vai ver como a maquina estatal está mobilizada. Isso aqui é responsabilidade de pressão do ministério da justiça. Isso aqui é responsabilidade de pressão do ministério da saúde. E se os ministros de Estado que estão ligados a esse governo, não trabalharem assim, perdem o seu cargo.

Então eu queria pedir para você levar a sério essa questão. Como pastor eu nunca fiz isso. Eu não estou dizendo para você votar em A ou B. Eu vou dizer para você em quem não votar: em pessoas que estejam trabalhando pela iniquidade em nossa terra. Porque senão queridos, Deus vai julgar a nossa terra. E se Deus julgar a nossa terra, isso vai acontecer na tua vida na minha vida, porque eu faço parte dessa terra. Porque Deus não tolera iniquidade. Amem? (Aplausos)"

Diante desse conteúdo eu gostaria de esclarecer que:
1) Não é verdade que um parlamentar do PT não pode descumprir uma deliberação coletiva do partido por uma questão religiosa ou de foro íntimo. Veja o que diz o inciso XV do art 13 do estatuto do PT:

“Art. 13. São direitos do filiado:

XV – excepcionalmente, ser dispensado do cumprimento de decisão coletiva, diante de graves objeções de natureza ética, filosófica ou religiosa, ou de foro íntimo, por decisão da Comissão Executiva do Diretório correspondente, ou, no caso de parlamentar, por decisão
conjunta com a respectiva bancada, precedida de debate amplo e público.”

2) Não é verdade que dois deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. Os deputados federais Henrique Afonso e Bassuma não foram expulsos. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT o que os levou a mudarem de
partido. Podemos até aprofundar o debate para avaliarmos se ouve ou não justiça na punição, mas não houve desrespeito ao direito de posicionamento por questões religiosas.


3) Não conheço um posicionamento da igreja católica contra o PT. Conheço o posicionamento de um bispo, mas não uma deliberação da CNBB. Caso exista gostaria de conhecer.


4) O Plano Nacional de Diretos humanos é elaborado pelos conselhos de diretos humanos com a participação do governo federal, mas não é uma novidade do governo Lula. O primeiro plano foi publicado através do Decreto número 1.904, de 13 de maio de 1996, e o segundo através do Decreto número 4.229, de 13 de
maio de 2002. Em todos eles estão presentes assunto polêmicos ligados com a sexualidade. Diante disso seria um equivoco afirmar que todos os méritos e deméritos do PNDH 3 é de responsabilidade do governo Lula ou do PT.


5) Dizer que o conteúdo apresentado no vídeo é o que está sendo defendido pelo PT não corresponde com a realidade. Podemos pegar os posicionamentos do PT e comparar com o conteúdo do vídeo e observaremos que não existe veracidade.

Um exemplo bastante claro é a questão da pedofilia. Não conheço nenhum parlamentar, de nenhum partido político, ou algum grupo social que defenda a pedofilia. Atribuir uma acusação dessa natureza ao PT é de extrema injustiça.


Tenho acompanhado a atuação de dois deputados federais do PT, Walter Pinheiro (Bahia), Gilmar Machado (Minas), ambos membros de igreja batistas e testemunhado uma conduta idónea e coerente com os ensinamentos de Cristo. São dois exemplos bem
próximos que exemplificam a injustiça de uma orientação contra todos os candidatos do PT.

Sabendo agora que as palavras do pastor perante a igreja não correspondem com a realidade, pergunto qual serão as atitudes do pastor diante delas.

Desde já agradecemos a atenção e aguardo uma oportunidade para um encontro pessoal afim de que possamos nos conhecer.

Que a Esperança seja Grande em Deus, que Seu Amor nos dê Força e Seu Espírito nos Oriente!
Forte abraço,
Geter Borges de Sousa

7 comentários:

Herbert disse...

Graça e paz irmão.
Eu sempre fui contra a igreja ser canal de politica, sempre detestei lugares que dão o pulpito para politicos fazerem campanhas e continuo fiel a este pensamento.
Não imagino estar em um culto em que o Mercadante, a Marta Suplicy, o Serra ou qualquer outro politico (crente ou não) use da palavra para fazer campanha. Por outro lado, tenho em mente que temos que tomar posições firmes em relação aquilo que fere a palavra de Deus.
A igreja evangélica alemã, berço da reforma ficou apática enquanto Hitler crescia em poder e dominio das mentes.
Hitler também elevou os níveis sociais na Alemanha e re-ergueu a economia, a auto-estima e orgulho da patria alemã, mas sutilmente os seus padrões éticos e morais acabaram prevalecendo contra os preceitos biblicos, e muita gente da igreja abraçou a causa nazista.
Durante a perseguição aos judeus muitos irmãos continuaram ao lado de Hitler, mas muitos sofreram por se posicionarem contra, entendendo que a biblia estava acima de todos os programas politicos.
Assim como Hamã após conspirar contra Mardoqueu e o povo judeu, foi enforcado juntamente com seus 10 filhos. Hitler se matou e os seus principais “os filhos de Hitler” foram condenados a forca pelo tribunal de Nuremberg.
A história narrada no livro de Ester se repetiu e se repetirá, pois a promessa feita ao povo judeu permanence viva.
O Brasil tem tomado posições contra Israel, eu não posso concordar com a postura do PT em apoiar o presidente do Irã em suas loucas e satanicas propostas contra Israel. As conseqüências desta e de outras ações de manifestação de apoio contra Israel com certeza virão sobre toda a nação.

Precisamos realmente clamar, pois a nossa patria necessita de cura moral e espiritual.
Precisamos orar para Deus sarar a nossa terra.

Um abraço, Herbert.

Pr.Wellison disse...

Herbert, obrigado por participar aqui desse espaco de debate, hoje a noite falaremos sobre isso no programa de radio www.radioverdeevida.com.br passa por la, deixa sua opiniao.
abracos.

Fabio disse...

Prezado Pr. Wellison,

Primeiramente "pesso" desculpas por lhe escrever com erros ortograficos, devido aa configuracao do meu teclado.

Gostei do seu posicionamento com relacao ao video, porem tenho um ressalva.
Vamos separar o video apresentado na mensagem do Pr. Piragine da mensagem do mesmo.
O video nao faz alusao a um partido politico especifico, apenas alerta sobre as implicacoes da decisao de 3 projetos de leis especificamente ( Lei da Mordaca, Muaji e Homofobia). A questao da pedofilia e violencia domestica nao eh atribuida a nenhum outro projeto de lei, mas sim como consequencia da falencia da instituicao FAMILIA, a qual sera prejudicada caso essas leis sejam aprovadas (desaprovadas no caso da Lei Muaji). Quem restringiu esse posicionamento a um unico partido foi o pastor.

Fique na Paz!

Fabio O. Takeda

Pr.Wellison disse...

obrigado takeda, pela participacao no blog, apenas lembrando que postei o video e a carta do geter, mas nao o meu posicionamento sobre o video, ok? abracos e paz.

Luciana Albuquerque disse...

Muito boa a polêmica. Não dá pra generalizar e ficar por isso mesmo. Ouvi muito evangélico dizer que o Brasil seria arruinado se Lula fosse eleito e no entanto não é isso que estamos presenciando. Lula é perfeito? Claro que não, homem falho como qualquer outro, mas essas rotulações radicais não levam nosso povo evangélico a lugar algum. Sempre admirei o Pr. Piragine, mas não concordo com esse tipo de discurso, é sim uma posição preconceituosa e não baseada em fatos mas em suposições, e isso no meio de uma campanha eleitoral soa muito mal.
Um abraço,
Orem, votem, participem da vida política de nossa nação.
Luciana Albuquerque

jeferson disse...

É muito importante a discussão deste video que teve uma enorme repercussão. Em seu programa, em tv aberta o Pr. Silas Malafaia falou sobre seu posicionamento em relação a este tema. logo em seguida foi procurado por pastores que fazem parte do PT, para se retratar, também em rede nacional, de seu pronunciamento.Em nosso debate acredito ser de grande valia a leitura da resposta de Silas Malafaia a referida recomendação do PT.
http://www.gospelprime.com.br/silas-malafaia-recebe-carta-de-integrantes-do-pt-por-apoiar-video-do-pr-paschoal-piragine/

Lembrando que o debate é entorno do posicionamento do partido e não de candidatos ou pessoas que o compõem como o presidente Lula.

Lincoln disse...

Fala meu querido pastor,
Muitos irmãos não gostam de tocar no assunto política, tratando-a como se fosse algo do Diabo.
O problema é que muitos assuntos tratados na Câmara dos Deputados, Assembléia Legislativa, Senado, repercutem diretamente em nossas vidas. Por isso, como servos do Senhor Jesus Crito, temos que ficar antenados e alertas.
Recebi vários emails sobre este vídeo do Pr. Piragine, e o que mais me preocupou é que eu não consegui encontrar respaldo para tais afirmações. Confesso que não ignorei o informativo, mas procurei evidências que ratificassem tais afirmações, e não encontrei.
Então creio que nós (evangélicos) temos que nos posicionar perante a sociedade, na defesa dos princípios bíblicos, porém com ordem, decência, respaldo e muita sabedoria.
Parabéns Pastor Wellison, por ser um instrumento, nao de defesa do PT, mas sim por alguém que está disposto a ouvir ambas as partes, com o intuito de que a VERDADE seja dita.
Paz e Graça em nome de Jesus