06 setembro 2008

Conselhos a meu filho adolescente


Querido filho, resolvi lhe falar algumas palavras. Já é meio tarde, é verdade, mas amanhã é sábado, e creio que posso dormir mais um pouco. Hoje estaria em Alagoas, se o convite não fosse cancelado na última hora. Bom para nós dois. Tá certo, voltaria já no domingo, mas dois dias para nós sempre são longos nestas viagens intermináveis.

Sabe filho, viva sua adolescência com toda a energia. Ria muito como é comum de sua idade, brinque o máximo que puder, faça amigos que dure até sua fase adulta, e some experiências ao máximo que conseguir.

Seja divertido, deboche da sisudez da vida, se escangalhe de rir das dificuldades que ficaram para trás e seja perspicaz na hora de contar coisas engraçadas. Quanto mais rápido você pensar, mais engraçado.

Seja sincero e sensível. Procure olhar para as pessoas e preocupar-se com elas. Pergunte como elas estão, chame-as pelo nome. Valorize os idosos, caminhe com eles, ouça seus conselhos, eles serão úteis.

Aproveite (sem querer legislar em causa própria) a presença de seu pai e de sua mãe. Curta a vida com eles ao máximo. Administre cada minuto conosco, de forma a não desperdiçar nada, nem se arrepender depois de não ter curtido tudo que podia.

Olha filho, cuidado com as amizades. Elas nem sempre são sinceras, e muitas vezes não são boas. Já conheci meninos que deixaram casa, pais, estudos, namoradas, por conta de amigos que os levaram aos piores descaminhos. Não os escolha e nem deixe que eles escolham você.

Cresça acreditando em Deus, vivendo com Ele experiências que serão úteis todos os dias da sua vida. Mas não seja religioso. Eu sei, eu sei, ser filho de pastor gera sempre uma responsabilidade a mais, no pensamento dos outros. Portanto saiba que para mim você é filho e não filho do pastor. Para Deus você é filho e não filho do pastor, portanto que os outros cobrem. Não ligue. Seja um apaixonado por Deus e jamais pela religião. Não se escravize por isso e não se encaixote na perspectiva alheia

Como você já me ouviu falar diversas vezes se desejar ser "evangélico", seja do Cristo, não das denominações rotulantes, nem das religiões frívolas dos dias atuais. Não se impressione com mega templos, multidões ou luzes, porque tudo isso para nada servirá no dia do juízo.

Eu sei filho que você irá crescer e com isso descobrirá muitas coisas acerca do mundo em que vivemos.
Descobrirá, por exemplo, que não se pode confiar em todos, e muito menos naqueles que aparentam mais piedade. Deteste pessoas que oram o dia inteiro, mas compram DVD pirata em nome de Jesus. Aborrreça daqueles que choram nos cânticos de comunhão no culto, mas usam a lingua afiada para "matar"o seu irmão.

Ao crescer filho tome muito cuidado com os abraços. Eles não dizem nada! Muito menos com os parabéns de todos. Você aprenderá, com a vida, que os verdadeiros amigos são aqueles que estarão com você em toda a caminhada, e não apenas quando as coisas vão realmente bem. Os amigos de verdade lhe dirão tudo que está errado e os amigos de mentira procurarão bajular-lhe.
Ah, filho, cuidado se você tornar-se uma figura pública. Isso demarca nossa vida. As pessoas sentem no direito de vigiar seus passos e tomar conta, de forma subliminar, de toda a sua caminhada. Serão poucos os que respeitarão isso, serão muitos os que atravessarão as fronteiras entre o bem vindo e o incoveniente.

Cuide do coração e principalmente dos relacionamentos que surgirão. Procure uma pessoa certa, faça de tudo para cuidar da melhor maneira possível aquela que você escolher para amar. Seja um bom pai, na hora certa, com a mulher certa, seja exemplo para ele.

Faça o bem filho. Parece pouco, ou nada diante de tantas necessidades, mas você verá que atravessar um cego no sinal pode ser sinal de paciência, resignação e bondade. Se todos forem iguais a você, sua geração será ainda mais maravilhosa.

Antes que eu esqueça, leia a Bíblia. Mas leia para valer. Ela só será comida e bebida se for aberta com fome e sede de Deus. Muitos usam a Bíblia, andam com ela, mas ela não muda nada na vida de muitas pessoas.

E lembre-se da experiência do rádio que contei no último sermão que você ouviu, naquele congresso. Não faça o que quer, não insista em viver com vontade propria. Submeta-se a Deus e deixe ele controlar as decisões importantes de sua vida.

Obrigado filho, porque hoje você já é muito do que tenho sonhado para você. E mais, você é para mim o sonho que todo o pai sonha ter.

Existem ainda mais conselhos, muito mais, que ao longo da vida fui aprendendo, com os meus erros e acertos, os erros foram fundamentais, porém, para crescer.

Filho não se esqueça: dê conselhos ao meu neto quando ele começar a compreender, do mesmo modo como você compreende hoje.

6 comentários:

wellison magalhães disse...

Voce me emocionou! Lindo este texto que voce enviou para mim. Vou passar para alguns pais, inclusive os meus filhos.

wellison magalhães disse...

Estou preservando os nomes das pessoas que me escreveram. POrtanto eu apenas estou dando CONtrol C e Control V no que me escreveram.

wellison magalhães disse...

Parabéns Wellison pelo texto....

Lindo...

que Deus continue a abençoá-lo na caminhada de servo e pai.

Grande abraço

wellison magalhães disse...

isso ai. vc é uma pai muito apaixonado e dedicado, nao apenas apaixonado, mas amoroso, muito, muito cuidadoso...já que muitos adoram observar sua vida, podiam parar e observar a relaçao com seu filho. eles ficariam admirados (no sentido de admiração e não de "até que enfim") e, ainda, acredito que teriam ciumes, pois é uma relaçao para poucos nos dias atuais. é um exemplo! é linda!!!!

sheila deolinda disse...

Fico feliz!estas palavras sò mostra que voce è a mesma pessoa que sempre demonstrou ser ,transparente.
ser pai è uma coisa pra alguns, pra outros dever e pra outros como voce uma experiencia doce , forte e eterna.Continue parte da vida de seu filho,lado a lado este amor entre pai e filho sò tende a fortalecer.Que a benção de Deus esteja sobre voceis,graça e paz

Paty disse...

Nossa Wellison que maravilhoso! Mas ate parece que vai morrer. Mesmo assim foi inspirador e com certeza ouvi nao so como aluna, mas como filha. Bjs.